31 de decembro de 2008

2009

Hoje escrevo, um chisco tristeiro, por este ano que vem, que há trair tamém a sua primavera -umha menos- para a nossa língua, desejando ao lector monlhos ˂ MANOCULOS, madas ˂ MANATAS, feixes ˂ FASCES, e ainda mancheas de felicidade neste 2009.


Bailemos nós já todas trés, ai amigas,

so aquestas avelaneiras frolidas,

e quem for velida como nós, velidas,

     se amigo amar,

so aquestas avelaneiras frolidas

    verrá bailar.

                                (Airas Nunes)

Ningún comentario:

Publicar un comentario

Deixe o seu comentario: